Posturar Pilates

O nascimento

Em 1881, nasceu na cidade de Mönchengladbach, na Alemanha, Joseph Hubertus Pilates, criador do Método Pilates.

Joseph Pilates, quando criança, era doente e sofria de febre reumática, raquitismo e asma. Na adolescência, prevendo um futuro com possíveis complicações de saúde numa cadeira de rodas, começou a estudar como autodidata anatomia e fisiologia humanas, e fundamentos de medicina oriental. Praticou esportes como ginástica, esqui, mergulho e boxe. Durante a I Guerra Mundial, no ano de 1914, foi exilado e enviado para uma ilha inglesa onde foi designado para reabilitar soldados vítimas da guerra. Em situação precária e com poucas ferramentas para tal, iniciou o tratamento com o uso de molas, como as que faziam parte da estrutura de camas antigas, o que seria mais tarde a base para o desenvolvimento de um sistema de exercícios e equipamentos.

Em 1923, Pilates mudou-se para Nova Iorque e abriu seu primeiro Studio de Pilates. Seu trabalho, porém, só teve repercussão a partir dos anos 40, principalmente entre os dançarinos.

Joseph Hubertus Pilates morreu no ano de 1967, aos 87 anos, sem deixar herdeiros. Clara Pilates, sua esposa, assumiu então a direção do studio, dando continuidade ao trabalho do marido. Por volta de 1970, ela fez convites a ex-alunos de Joseph Pilates, passando a direção do Studio a Romana Kryzanowska, uma antiga aluna do studio na década de 50.

Depois, muitos estudantes de Joseph e Clara Pilates abriram seus próprios studios, e assim foram difundindo o método por todo o mundo.

O que esperar do Pilates?

Os movimentos realizados no Pilates proporcionam o alongamento e a fortificação do corpo de forma integrada e individualizada, além de melhorar a respiração, diminuir o stress, desenvolver consciência e equilíbrio corporal, melhorar a coordenação motora e a mobilidade articular e proporcionar relaxamento. Por meio dessa idéia, e da aquisição de uma nova postura física, a técnica propõe uma nova maneira de se relacionar com o mundo. Com mais leveza, sob um novo olhar.

Os exercícios de baixo impacto e de poucas repetições proporcionam resultados eficazes e, ao mesmo tempo, menos desgaste das articulações e dos músculos, tornando-o praticável por atletas profissionais, mas também por pessoas sedentárias. Realizados com precisão, os movimentos do método podem ser feitos por pessoas de todas as idades, inclusive as que sofrem de problemas ósseos e musculares ou até de dores crônicas. Em casos como esses, é importante que o trabalho seja conduzido por um fisioterapeuta. Um dos diferenciais do Pilates está na sua versatilidade e na variedade de movimentos. Ao perceber melhoras em sua saúde física e mental, o aluno tem sua autoestima elevada. O controle da respiração, por exemplo, permite ao praticante controlar sua ansiedade. Outra função muito apreciada é a de tratamento de coluna, pois trabalha também com o fortalecimento da musculatura estabilizadora da coluna. Além disso, a modalidade também serve de escudo contra o estresse e a fadiga.

Os exercícios podem ser executados de infinitas maneiras, e por isso é importante que todo praticante seja acompanhando por profissionais especializados, que consigam avaliá-lo de maneira global. Essa constitui nossa proposta como fisioterapeutas especializadas no método pela Physiopilates, pioneira na utilização do método pilates no Brasil, e a mais conceituada e qualificada neste quesito.

As aulas apresentam:

  • Exercícios suaves e eficazes;
  • Poucas repetições de cada movimento;
  • Grande repertório de exercícios;
  • Aulas únicas, evitando monotonia;
  • Resultados rápidos e duradouros;
  • Construção de uma postura correta e natural;
  • Uso de aparelhos e acessórios criados especialmente para os exercícios;

Benefícios:

  • Aumento da resistência física e mental;
  • Alongamento e maior controle corporal;
  • Correção postural;
  • Aumento da flexibilidade, tônus e força muscular;
  • Alívio das tensões, estresse e dores crônicas;
  • Melhora da coordenação motora;
  • Maior mobilidade das articulações;
  • Estimulação do sistema circulatório e oxigenação do sangue;
  • Facilitação da drenagem linfática e eliminação das toxinas;
  • Fortalecimento dos órgãos internos;
  • Aumento da concentração;
  • Incremento da respiração;
  • Promoção do relaxamento.